quarta-feira, 3 de outubro de 2007

Seríssimo

Há pouco me pediram – me imploraram – para voltar a escrever sobre assuntos sérios. Disseram que minhas divagações são completamente vagas,  sem sentido nem objetividade. E que não dizem nada além do que qualquer pessoa comum pensaria.
Aceito as críticas com pesar. Elas são normalmente mais construtivas do que elogios. Fazem doer, mas é só com dor que nasce um novo ciso.
E isso tudo me fez pensar (calma, não é uma divagação): que raios seriam assuntos sérios? Escrever sobre mensalão ou os quarenta ladrões do excelentíssimo presidente do Senado, o funesto Renan Calheiros? Criticar duramente as ações de nosso glutão governador, principalmente aquelas que incidem sobre a magnânima Copel, "patrimônio" dos paranaenses? Ou ainda comentar sobre o síndico assassino, a rainha do crack e a vaca do bacacheri? Não, não; para mim, essas notícias todas não passam de boas piadas.
Não dá para levar a sério um país como esse. Quem se preocupa com tudo de estranho ou escandaloso que acontece fica louco ou estressado. Não existem assuntos sérios para fanfarrões como eu ou o José Simão. É tudo piada. O Brasil é o país da piada pronta. A diferença é que Simão consegue capitalizar seu "Buemba, buemba!", enquanto o Dois Copos vive no ostracismo da blogosfera brasileira.

É sério o rapazinho cheirando cola ao lado da catedral. É sério a menina de doze anos com um bebê no colo – sua filha. É sério a árvore derrubada para a construção de mais um prédio no centro da cidade. É sério o rio Barigüi, o rio Belém, a represa não-sei-das-quantas; vai beber água nesses lugares. É sério amigos do meu irmão com 12 anos pesando quase cem quilos. É sério a vizinha que se joga do 15º andar por motivos, digamos, sem motivo.
É sério, mas não sai no jornal. É sério, mas não é notícia. O que há, então, para se comentar?

2 comentários:

Jeniffer disse...

Muito sério para o meu gosto, prefiro quando você fala de coisas sem sentido nem objetividade...hehehe

Samuel disse...

É iso ai nada de coisas serias, temos que rir , continue assim pra que ficar falando coisas serias.