quarta-feira, 11 de julho de 2007

Laços de família

-Manhê... quero uma espada ninja.
-Praquê muleque doido?
-Errr... só um ninja pode ter uma espada ninja.
-Ah ta, o ninjinha brasileiro ai já jogou o lixo que te pedi?
-Já vou, já vou.

Dias depois

-Manhê... quero um espada de pirata.
-Você tem cada idéia.
-Ah mãe me dá. Não seja má vai me dá.
-O muleque, não me amola e vai limpar seu quarto.
-Piratas não limpam o quarto.

Meses depois

-Mãe quero ser da mafia.
-Haha... qual delas filho? quer ser político? Hahaha...
-Não mãe, eu quero cobrar propina, cobrar por segurança, quero ser sinistrão.
-Meu filho, por que você não estuda e vai ser alguém na vida.
-O mãe, deixa eu ser da máfia. Por acaso você não conhece ninguém?
-Meu filho quando você for de maior, você pode ser o que quiser.


Anos depois

-Mãe agora sou um homem, já tenho dezoito anos e três dias.
-Que bom meu filho. a mamãe está orgulhosa de você.
-Mas mãe lembra que você disse que quando eu fosse de maior poderia ser o que quiser?
-Sim lembro. E é isso mesmo, agora você pode ser o que quiser.
-Eu quero ser mafioso, mas preciso de grana.
-Xii...
-Acho que a grana do seu seguro de vida já é um começo.
Pow pow pow


Fim!

Um comentário:

Lilica disse...

Pô Kibe, matar a mãe não dá né.... poderia ter sido o pai, hahahahaha