quinta-feira, 6 de dezembro de 2007

7 de dezembro

Amanhã é dia de presentes, abraços e recordações, pelo menos para mim. Quantas primaveras, ó céus... É sempre memorável fazer aniversário.

Lembro-me de uma vez que fui a uma casa noturna no dia 7 de dezembro. Era o presente da minha mãe. Coitada: até hoje ela pensa que aquela foi minha primeira vez. Acho que ela aproveitou muito mais do que eu, já que havia tempos que ela não se divertia tanto. Adorou ser paquerada por rapazes jovens (e bêbados) e tomar cerveja long neck.

Noutra vez ganhei uma festinha surpresa. Tudo muito lindo, uma porrada de amigos, cerveja gelada, joguinhos de beber... O único problema é que fui fazer vestibular na manhã seguinte, soturno e tremendo tal qual um zumbi. Devo ter atrapalhado uma dúzia de concorrentes só com o cheiro da cachaça. Pelo menos eu passei com honras (afinal fazer redação de ressaca e passar não é para qualquer um – é definitivamente digno de honrarias).

Amanhã é meu dia e não sei o que fazer. Sinceramente não ligo muito para estas datas comemorativas, a não ser pelo fato delas serem catalizadoras de reuniões etílicas. Acho estranho comemorar UM DIA de aniversário, sendo que você envelhece o tempo todo, todo dia.

Mais estranho é ganhar os parabéns. Não que eu não goste, claro que gosto. Quando é sincero, demonstra carinho – e mesmo um macho exacerbado como eu precisa de demonstrações de carinho. O problema é que eu entendo algo como "parabéns cara, você passou mais um ano sem morrer". E talvez seja mesmo essa a origem da cultura de parabenizar os aniversariantes. Antigamente morria-se tanto e tão cedo que quem fazia anos devia receber muitas congratulações.

Pensando com o lobo parietal do meu cérebro (que é a parte mais filósofa), acho definições dialéticas sobre aniversário. A primeira, e mais pessimista, é que falta cada vez menos tempo para meu velório. A segunda, e, por definição, otimista, é que foi mais um ano vivido cheio de perversão e putaria.

Qualquer definição que seja, é melhor correr: só terei mais uns 80 desses para comemorar.

2 comentários:

Alexandre Fernandes disse...

Parabéns!

Fogo disse...

Acho melhor não te dar Parabéns!

FELIZ ANIVERSÁRIO!!!